Segunda-feira, 16 de Novembro de 2009

PENSAMENTO

 

 

 

 

Por janelas entreabertas

Procuras devassar meu espaço

Por desejo de descobertas

Para recreares o que faço

 

Imaginas porventura

Sempre que te vais ausentar

Quais serão minhas loucuras

Devaneios, pensamentos,

Só por viver a sonhar...

 

São histórias de encantar...

Onde um príncipe alado

Em mãos ternas vem pousar

E, sentindo que é amado,

As asas manda cortar

 

Não temas pelo teu voo

Que sempre em mim estará

Um amor apaixonado

Que por ti,

Em asas,

Se necessário,

Seu corpo moldará...

 

 

publicado por MIGUXA às 17:40
link do post | comentar | favorito
|
28 comentários:
De cuidandodemim a 17 de Novembro de 2009 às 14:16
Amiga, ele parte, tu ficas. Ele vai com o coração apertado por ir e tu ficas com o coração apertado por ficar. Mas uma coisa permanece com os dois na ausência dele, o vosso amor...
Bjns
De MIGUXA a 17 de Novembro de 2009 às 17:02
Miguinha,

O Amor quando acorda é voraz
com ele uma ponta de ciúme vem atras
Toda a segurança nos deixa inseguros
Ou não serão os nossos sentimentos os mais puros
Beijinhos doces
Margarida
De 100timento a 17 de Novembro de 2009 às 14:22
Miguxa...lindo o que li...

Voas nas palavras que dão vida aos poemas soletrados pelo coração ao compasso apressado do bater das asas de teu amor alado. transformas as palavras num ritual apaixonado e compulsivo de onde surgem em cadapupa sentimentos que cruzam as esquinas do bom senso e te elevam a um qualquer plano paralelo de uma realidade desconhecida.

Numa avalanche súbita e confusa de dúbias tentações a que procuras poupar, consciente da incoerência dos gestos de fuga seguidos de aproximações vorazes e impetuosas...

Lindo esse sentir pelo teu principe alado.

Beijinhos e doce semana
De MIGUXA a 17 de Novembro de 2009 às 17:26
Amigo do coração,

São voos em que, planando, percorro o sonho que transformei na minha existência...

É um ritual que me fascina e me completa.

Pelo teu olhar atento e por existires na minha vida, Obrigada

Beijos ternos
Margarida






De Fisga a 17 de Novembro de 2009 às 16:03
Olá minha querida e doce amiga Margarida. O seu poema deixou-me sem palavras, para a elogiar. Eu nunca li um poema seu que não fosse recheado de carinho e de amor, mas este foi alem do que eu estava habituado a ler. É um poema, mais que apropriado para integrar as primeiras páginas de um bom livro de poesia. Os meus sinceros parabéns por isso. Um beijinho e tudo de bom para a autora de um tão bonito trabalho. Eduardo.
De MIGUXA a 17 de Novembro de 2009 às 17:30
Eduardo,

São sempre doces e elogiosas as suas palavras, meu querido amigo-

Espero que a sua saúde esteja a melhorar com celeridade.

Um abraço bem apertado e beijos ternos
Margarida
De Fisga a 19 de Novembro de 2009 às 17:55
Olá amiga Margarida. Obrigado pelo seu carinho. Eu vou indo melhor, mas tão de vagar, que quase não se nota nada. Um beijinho de obrigado pela preocupação. Eduardo.
De MIGUXA a 19 de Novembro de 2009 às 20:51
De Fisga a 20 de Novembro de 2009 às 18:41
Olá minha querida amiga Margarida. Obrigado, pela sua preocupação. A Margarida é uma amiga especial. Que eu nunca quero perder. Eu não estou pior, ma as melhoras são muito fracas. Isto é como a água mole em pedra dura, tanto bate até fura. Eu assim me aconteço. Tantas me dão que uma é a última. Mas o que posso eu fazer? Nada a não ser esperar. Um grande beijinho deste amigo que lhe desejas todo o bem do mundo. Eduardo.
De MIGUXA a 20 de Novembro de 2009 às 19:16
Eduardo,

Tem de ter alguma paciência, porque como sabe certamente, "Roma e Pavia não se fizeram num dia". Percebo que queira estar bem de um dia para o outro mas, não é possível, vamos com calma, lá chegará. Não pode nunca desanimar, certo
A sua amizade também me é muito querida, pode estar convicto.

Noite de paz
Beijinhos carinhosos
Margarida
De Fisga a 26 de Novembro de 2009 às 18:30
OLÁ AMIGA Margarida. Obrigado, mil x pela força, que me dá e pelo carinho com que o faz. Eu sei que é assim. Como a Margarida diz, mas acontece, que eu noto, que a certa altura as coisas param de melhorar, e eu sinto-me completamente descontrolado da minha cabeça. Em certas alturas, não sei o que digo, e nem digo o que sei. No dia 15 de Dezembro, vou de novo ao médico, vamos ver o que ele me diz. Amiga desejo-lhe tudo de bom, e mando-lhe um beijinho de agradecimento, pelo carinho e amizade. Eduardo.
De MIGUXA a 26 de Novembro de 2009 às 19:00
Eduardo,

Meu querido amigo não tem que me agradecer, já que o que lhe transmito sai cá de dentro do coração.


As suas efectivas melhoras e não se apoquente que não ajuda às melhoras, tente levar tudo com muita serenidade.

Beijinhos ternos
Margarida
De Sindarin a 17 de Novembro de 2009 às 18:36
Está lindo...não temas pelo teu voo...maravilhoso amiga. O que escreves é lindo. Deixo-te um grande beijinho com carinho e uma coisa k por ventura não poderás fazer, mas mesmo assim ...Adorava k pudesses vir ao lançamento do meu segundo livro em Liboa no dia 12/12, pelas 21h na livraria Barata na Av. de Roma. Adorava conhecer-te amigo. Um beijinho grande.
De MIGUXA a 17 de Novembro de 2009 às 18:59
Sindarin,

Fico feliz pelas tuas palavras amigas bem como pelo carinho demonstrado. Teria imenso prazer em estar presente, salvo impossibilidade real, lá estarei para te pedir um autógrafo e deixar um beijinho doce.

Margarida
De green.eyes a 17 de Novembro de 2009 às 18:54
Olá Miguxa

Se esse principe encontrou o seu amor, fez bem em cortar as assas porque delas não vai mais precisar.

Para a autora deste lindo devaneio, deixo ...

um beijo e flores
De MIGUXA a 17 de Novembro de 2009 às 19:10
Green,

Minha querida,

Neste mundo de encantar, só não voa quem não deseja voar

beijinhos ternos
Margarida
De Sindarin a 17 de Novembro de 2009 às 19:27
Olá amiga! Não estava à espera k considerasses sequer ir, quanto mais dar-me a hipótese de apareceres mesmo. Não sabes como isto já me deixa tão felix e se te poder conhecer então...imagina! Obrigado amiga, sinceramente! Um beijinho muito grande.
De MIGUXA a 17 de Novembro de 2009 às 20:09
De Caminhando... a 17 de Novembro de 2009 às 22:18
Venho deixar-te aqui um grande beijinho de boa noite e, dar-te os meus Parabéns por mais um lindissimo poema!

Tudo de bom
De MIGUXA a 17 de Novembro de 2009 às 23:18
Doce Joana,

Obrigada minha querida e para ti

Uma noite de sonhos lindos
Beijinhos ternos
Margarida
De Rosinda a 18 de Novembro de 2009 às 16:43
LINDO...SIMPLESMENTE...
BEIJINHO
De MIGUXA a 18 de Novembro de 2009 às 16:46
Onix,

Minha querida,

Já connosco que feliz por ti, és uma mulher de armas.

Obrigada pelas tuas palavras e boa recuperação

Beijinhos doces
Margarida
De Sheila a 19 de Novembro de 2009 às 00:21
Doce e Querida Miguxa
Só hoje li este teu maravilhoso poema e deliciei-me em cada palavra de apoio que transmite ao teu amor. A vida por vezes troca-nos as voltas, o que hoje temos seguro, amanhã já não parece tão seguro ou pelo menos tão debaixo da nossa "asa" e da nossa vontade. É mesmo por isso que temos que viver cada momento o mais intensamente possível, sem esperar o que quer que seja. Acima de tudo o sentimento de nos sentirmos preenchidos, em amar e sermos amados é de facto o mais importante.
Voar está ao nosso alcance assim como apoiar e ajudar os outros a voar.
Beijinhos muito doces e com muito carinho
De MIGUXA a 19 de Novembro de 2009 às 20:55
Sheila,

Querida amiga,

É sempre bom receber um carinho dos nossos amigos e tu estás sempre pronta a apoiar e incentivar. Obrigada pela tua generosidade.

Noite de paz
Beijinhos doces
Margarida
De jangadadecanela a 19 de Novembro de 2009 às 09:41
olá Margarida,

Anjo de prazer
que paira no teu ar
não precisa dizer
não precisa falar

Anjo de amor
que aquece teu leito
das asas faz espaço
que te dá num abraço

Anjo de paixão
que por ti se perdeu
perdeu o coração
foi a ti que o deu!


Um abraço
Luís
De MIGUXA a 19 de Novembro de 2009 às 20:57
Luis,

meu doce poeta, adorei os teus versos.

Noite de paz e amor

Xi-kor
Margarida

Comentar post

Visitas

Contador de visitas
Besucherzähler
Contador de visitas

My music

blogs SAPO

arquivos

Abril 2016

Abril 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

posts recentes

SORRI...

Flutuo...

Minha Seara Madura

Abraçada a mim...

Na penumbra

Doce inveja

Silêncio...

Sede

Frutos de Verão

FELIZ ANO NOVO

tags

todas as tags