Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009

AMARGA VISÃO

 

 

 

Pura visão

Beleza que aos olhos alheios

Desflora o peito

Entrega o coração

 

Carrega  tanto de si

Oferece tudo o que tem

E, solicitada

Não dá nada...por bem!

 

Sente como todos

Sentirá mais…ou não

Busca em cada gesto

Um estender de mão

 

Negam-lhe a verdade

A palavra…pura ilusão

Renasce a cada dia

Sonha uma só paixão

 

Vagos são os olhos

Que cumprem a missão

Com ternura olhando

A Pura Visão…

 

 

 

publicado por MIGUXA às 21:03
link do post | comentar | favorito
|
29 comentários:
De Sonhosolitario a 4 de Dezembro de 2009 às 22:41
Olá amiga Miguxa
Olá doce amiga e primeiro
Te vou dar um beijinho e desejar
Um feliz fim-de-semana ao lado de quem amas.

Agora responder ao teu poema!
Será que vou conseguir?

Amarga visão
A pura visão não está nos olhos
Mas seu coração
A visão guia-nos
E o coração sente a emoção

Porque a visão pode ser enganosa
Porque ao longe chamamos
De uma flor uma rosa
E para ser um bom poema
Tem que ser em prosa

Nem tudo que reluz é ouro
Numa noite de luar
Só me sentira bem
sentindo
O teu respirar
Sentir-te ao meu lado
E ter a visão
Para eu ficar feliz
É quando fico a sentir
As batidas da emoção

Sem rosa-dos-ventos
Perdemos a direcção
Ficamos sem rumo
E será aflição
E ai tem de ter grande
E linda visão

No caminho da verdade
Negam-lhes a visão
Trocam os caminhos
Sem razão, porque sonhos
Trocados só há uma razão
Será falsidade e não paixão
Para conseguir os propósitos
Da carência da razão

Sentimentos fazem parte da visão
Segue as linhas do amor
Para preencher seu coração
Com a tal pura visão…

Um doce beijinho amiga Miguxa
e feliz fim de semana.
sonhosolitario
De MIGUXA a 6 de Dezembro de 2009 às 18:13
Olá Sonho,

Obrigada pelas tuas palavras, teus versos e te desejo uma noite de paz e excelente semana.

Beijinhos e xi-kor
Margarida
De cuidandodemim a 5 de Dezembro de 2009 às 01:57
Este foi um dos teus poemas mais tristes, que me lembre... Nem sempre a temos o que esperamos...
Bjns
De MIGUXA a 6 de Dezembro de 2009 às 18:18
Miguinha,

É verdade nem tudo o que luz é oiro...
Por isso, seria bom que antes de se projectar uma opinião sobre quem quer que seja, fosse feita uma análise adequada e profunda, ou será preferível ficar calado para sempre.

Beijos doces
Margarida
De comunicadoraspt@hotmail.com a 5 de Dezembro de 2009 às 10:59
Sonhamos com muitas coisas, chegamos até a visioná-las e às vezes até nos parecm reais; no entanto, apesar dos nossos olhos suplicarem, essa visão não lhe dá ouvidos e some, deixando-nos com a triste realidade; nem sempre conseguimos o que queremos e muitas vezes nem sequer é muito...um simples amor, uma paixão, um carinho, um estender de mão. Ilusão...foi só uma visão...a realidade, infelizmente é outra; quem sabe um dia essa visão nos dê a mão ...há que ter esperança e continuar a sonhar. Parabéns , amiga e um beijinho
Emília
De MIGUXA a 6 de Dezembro de 2009 às 18:23
Emilia,

Há sempre a esperança, muito íntima, que a cada mão estendida, corresponda uma oferta de "bem", infelizmente poucas são as verdadeiras mãos...

Feliz por te ter aqui e obrigada pelas tuas palavras amigas.

Beijos ternos
Margarida
De concursos a 5 de Dezembro de 2009 às 11:24
Acho que o que escreves é muito bonito .
Acho que darias uma boa concorrente para o Concurso: " The best blog of the moth ".
Se quiseres concorrer com os teu blog e os textos bonitos que escreves, basta ires ao meu e ver as regras . Boa sorte.
De MIGUXA a 6 de Dezembro de 2009 às 18:25
Olá,

Agradeço as palavras de incentivo e em simultâneo o convite.

Passarei por lá.

Xi-kor
Margarida
De Rosinda a 5 de Dezembro de 2009 às 14:24
HOJE TEU POEMA É DIFERENTE...
FALAS DE PURA VISÃO, TEM ESPERANÇA...
AINDA A TERÁ ALGUMA GENTE,
PODES ENCONTRÁ-LA ,
NO OLHAR DE UMA CRIANÇA...
BEIJINHOS
De MIGUXA a 6 de Dezembro de 2009 às 18:28
onix,

Olá minha querida amiga,

Concordo contigo, nas crianças a pureza de intenções é natural...
Feliz pela tua visita e espero estejas melhor.

Beijinhos doces
Margarida
De Alzira Macedo a 6 de Dezembro de 2009 às 09:05
Amiga Miguxa....

Desculpa a minha falta de presença...
Não me esqueci de ti querida...
Mas a vida prega-nos partidas que nem sempre conseguimos consiliar...
Somente com a pura visão das coisas poderemos alcançar uma paz de espirito que tanto preciso neste momento...
Voltarei mais tarde quando as coisas se resolverem e eu tenha um pouco mais de tempo para o que mais gosto.. estas partilhas....
Não te preocupes dentro dos possiveis está tudo bem comigo... Motivo Problemas familiares "Doença"
Um beijo com carinho e bom domingo....
De MIGUXA a 6 de Dezembro de 2009 às 18:32
Alzira,

A tua ausência já me havia deixado perplexa...
Espero que todos melhorem rapidamente e para ti um enorme obrigada pela tua visita.
Volta sempre que possas e queiras terei o maior prazer.

Beijos doces
Margarida
De M.Luísa Adães a 6 de Dezembro de 2009 às 11:14
Fazemos um pacto:
Trazemos o bem alvitado
pele demência de alguns

E reconstruímos este mundo
Em que escrevemos

E as visões amargas
possam ser esquecidas...

Mas para esquecer,
é necessário não ver
Nem na mente
nem na escrita
à nossa frente.

Se se vê, a amargura
se acende
e não deve acender.

Apagar para sempre,
Isso sim!...
Linda, a forma romântica e sensual como escreves.

Beijos da amiga,

Maria Luísa
De MIGUXA a 6 de Dezembro de 2009 às 18:39
Maria Luísa,

É Bruta
Dura
Amarga
A amargura
Mas ainda que não queiras
Encontra-la na rua

Olhar
atrás de olhar
fica na retina
A tristeza a amargar
num rosto de menina

Beijos amiga
Margarida
De M.Luísa Adães a 6 de Dezembro de 2009 às 12:08
"Vagos são os olhos"
amarga a visão...

A música toca,
se reflecte no coração
e conta coisas de amor
ternura e desejo.

Eu flutuo na música
E levo a amargura comigo,
mas a vou deixar no espaço
Sideral
da minha procura.

E tu pode escrever de amargura
sempre que queiras
eu levo tua amargura
e a escondo de ti
e tu a esqueces,
como me esqueces
a mim...

com amizade,

Maria Luísa
De MIGUXA a 6 de Dezembro de 2009 às 18:50
Maria Luísa,

É bom poder contar com a tua cumplicidade
É bom saber que passarás
Para me libertares
Acredito tuas palavras trarão serenidade
Quem sabe me farão esquecer amargura...
A ti, não vou esquecer nunca...
Não me faças essa injustiça

Beijos
Margarida


De M.Luísa Adães a 7 de Dezembro de 2009 às 10:57
miguxa

Não sou injusta e isto que digo, não julgo!

Mas o esquecer até é natural. Dizemos que não,
somos sinceros nesse dizer, mas somos humanos.
E esquecemos essa verdade!
Então, temos de esquecer um dia...

beijos,

Mª. Luísa
De MIGUXA a 7 de Dezembro de 2009 às 13:25
Um dia...
Longínquo quero acreditar
Enquanto a vida me quiser
Estarei aqui para lembrar...

Beijos com carinho
Margarida
De M.Luísa Adães a 7 de Dezembro de 2009 às 19:45
Um dia...

Tudo vai acontecer e nos vai fazer lembrar,
mas há coisas que lembram sempre
e isso me faz pensar...

Beijo,

Mª. Luísa

p.s. O pc está a estoirar minhas costas. Mau sinal
De Joana Maria a 6 de Dezembro de 2009 às 12:23
simplesmente lindo!

boa semana!
De MIGUXA a 6 de Dezembro de 2009 às 18:54
Joana Maria,

Olá minha querida,

Feliz pela tua visita.
Tenho ido até ao teu blog e constatado como é super atarefada a tua vida, cheia... plena de motivos importantes, para que sejas feliz.

Beijinhos ternos
Margarida
De cumplicedotempo a 7 de Dezembro de 2009 às 00:58
espero que estas tuas palavras amiga sejam uma simples forma de desabafo e não a amargura de um triste realidade vivida
mas mesmo que o seja tenho esperança que elas palavras sentidas e soltas por este versos , de ti tambem se soltem e se deixem de sentir como desilusão que alguem te possa ter criado

beijo cúmplice doce margarida
De MIGUXA a 7 de Dezembro de 2009 às 13:31
Carlos,

Meu querido e doce amigo,

A vida traz-nos de tudo um pouco, mais ou menos bem doseado; enriquecendo-nos as vivências vão marcando o nosso corpo, a nossa alma e, por vezes as recordações, longínquas ou não, assaltam-nos e o coração responde com palavras que nos ajudam a serenar...

Feliz por te ter como amigo
Beijos ternos
Margarida

Comentar post

Visitas

Contador de visitas
Besucherzähler
Contador de visitas

My music

blogs SAPO

arquivos

Abril 2016

Abril 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

posts recentes

SORRI...

Flutuo...

Minha Seara Madura

Abraçada a mim...

Na penumbra

Doce inveja

Silêncio...

Sede

Frutos de Verão

FELIZ ANO NOVO

tags

todas as tags