Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010

IDÍLIO

 

 

  

Horas de Idílio

Corpos em brasa

Fonte de água fresca

Tantas vezes a nossa casa

 

Rendia-me aos teus encantos

Perdias-te em mim

Os desejos eram tantos

A paixão não tinha fim

 

Sem pudor

Sem medida

É assim nosso Amor

Será assim para a Vida

 

Repetem-se momentos

Saboreiam-se carícias

Sempre enamorados

Mergulhamos ainda juntos

Na Fonte das Delícias

 

 

 

publicado por MIGUXA às 21:21
link do post | comentar | favorito
|
27 comentários:
De eternoerrante a 29 de Janeiro de 2010 às 22:20
Amiga linda...
Há na tua escrita
um mistério dentro do azul
deste tempo onde
as memórias são quentes.

Há neste momento
este teu querer
em que a voz da poesia
canta entre as nuvens de um sonho.

Viver a magia do momento e apreciar esse mesmo momento como mágico que ele é.

Beijinho grande deste sempre amigo rui
De MIGUXA a 1 de Fevereiro de 2010 às 11:41
Amigo,

A escrita, ela própria é um mistério, um passo de magia que nos adoça a vida...

O dia está de sonho, apetece passear, acho que é o que vou fazer...aproveita o , o céu azul, os campos verdejantes e enche a alma de beleza natural...

Beijos ternos
Tua Amiga do coração que não te eaquece
Margarida

De MIGUXA a 1 de Fevereiro de 2010 às 17:10
*Esquece - desculpa mas sem óculos às vezs sai asneira
lol
De Rosinda a 30 de Janeiro de 2010 às 21:49
Que essa fonte das Delicias nunca seque Miguxa, é o que desejo...
Beijinho
De MIGUXA a 1 de Fevereiro de 2010 às 11:43
Minha doce onix,

Agradeço e sabes um segredo, é essa a minha esperança

Beijinhos
Margarida
De comunicadoras a 1 de Fevereiro de 2010 às 12:47
A nossa casa é o nosso refúgio, o nosso aconchego, onde em geral passamos os melhores momentos; momentos de amor; só aqui podemos ser só nós sem ter que explicar, parecer, fingir; é o nosso canto onde tudo nos é permitido.Parabéns, Miguxa e um beijinho
Emília
De MIGUXA a 1 de Fevereiro de 2010 às 17:16
Querida Emília,

É no nosso cantinho que se deenrola a verdade da nossa vida...

Obrigada pelo teu carinho.

Beijinhos doces
Margarida
De *FreeStyle* a 2 de Fevereiro de 2010 às 06:40
Querida Miguxa....

Deixa-me ir ali buscar um camião de gêlo que já venho ler o post com mais atenção IoI.



Bêju & Xiiiiiiiii
De MIGUXA a 2 de Fevereiro de 2010 às 18:50
Olá Free,

Eh pá tanto gelo assim???Estamos no inverno, ainda se fosse Verão lol

Bêjuuuus e xi-kor apertado
Amigo do mê kor
Margarida
De cuidandodemim a 2 de Fevereiro de 2010 às 15:19
Que bom que se mantém esse amor. Dá gosto perceber isso através da tua poesia, faz-nos acreditar ainda mais na segurança e na permanência do amor...
Bjns
De MIGUXA a 2 de Fevereiro de 2010 às 19:00
Miguinha,

O facto de conseguir através do que escrevo transmitir essa imagem do Amor seguro, duradouro, forte e apaaixonado é para mim uma enorme felicidade

Que a Luz te guie nesse sentido minha querida Amiga!

Beijos ternos
Margarida
De ♥ Flor Cintilante ♥ a 2 de Fevereiro de 2010 às 18:11
Adoro entrar aqui,
respirar
e sentir o cheirinho gostoso de amor que aqui se sente.

Beijinho cintilante com sabor a uma enorme amizade e carinho que por ti tenho.

Beijinho cintilante***
De MIGUXA a 2 de Fevereiro de 2010 às 19:04
Doce Flor,

Minha querida Amiga,

Fico feliz pela tua presença sempre carinhosa que agradeço e retribuo do fundo do coração.

Beijinhos doces nesse teu coração de oiro
Tua Amiga para sempre
Margarida
De Caravaggio a 2 de Fevereiro de 2010 às 18:26
O teu blog é muito FAINE. Parabéns.
De MIGUXA a 2 de Fevereiro de 2010 às 19:17
Olá Caravagio,

Já fui dar uma espreitadela no teu Blog, pareces-me um bem disposto e, isso agrada-me... e apesar de ser "moura", os "tripeiros" que conheço são muita FAINES!!!

Obrigada pelo elogio e volta sempre que te apeteça serás recebido com amizade.

Xi-Kor
Margarida
De Caravaggio a 3 de Fevereiro de 2010 às 01:02
Os "mouros" que conheço e, são muitos, são todos FAINES. Eu refiro-me ao puder central e centralizado do Terreiro do Paço.
Jokas dum murcão.
De MIGUXA a 3 de Fevereiro de 2010 às 20:22
Estou plenamente esclarecida... lolol

Xi-kor
Margarida
De Caravaggio a 4 de Fevereiro de 2010 às 00:19
Vez como é fácil. Kor xi
De MIGUXA a 4 de Fevereiro de 2010 às 00:31


Noite serena
De Caminhando... a 2 de Fevereiro de 2010 às 20:16
Aqui te deixo um terno beijinho de boa noite!

Um bom dia para amanha!
De MIGUXA a 2 de Fevereiro de 2010 às 21:38
Doce Joana,

Minha querida obrigada pelo teu carinho que devolvo em dobro e com muitos beijinhos ternurentos.

Tua Amiga do coração
Margarida
De jangadadecanela a 3 de Fevereiro de 2010 às 13:41
olá Margarida

dois corpos perdidos
na forja da emoção
dois corações unidos
na arvore da paixão

:)

sempre apaixonada...

um abraço
Luís
De MIGUXA a 3 de Fevereiro de 2010 às 20:20
Sempre... até que haja vida em mim...

Noite serena
Tua Amiga
Margarida
De Alzira Macedo a 4 de Fevereiro de 2010 às 14:02
Olá minha amiga Miguxa...

Bela sensação senti ao aqui entrar...
O amor respira-se , embalada ao som desta maravilhosa musica consegui relaxar...
Lindo o teu poema amiga...
Sentimentos unicos, e dignos de serem vividos a cada dia a cada hora...
Um beijo em teu coração de amiga que me apoiou nas horas onde vacilei...
Asoro-te
De MIGUXA a 4 de Fevereiro de 2010 às 14:39
Minha querida,

Sinto uma chama quente que me chega bem forte vinda de ti e que me deixa muito feliz.

http://www.youtube.com/watch?v=bjKLF6Vb6oc

Beijos ternos
Margarida
De Alzira Macedo a 5 de Fevereiro de 2010 às 23:49
Miguxa...
Obrigada pelo teu carinho e amisade...
Adorei a musica...
Como sabes vivi muitos anos em frança entao decidi a traduzir para quem não tivesse tudo percebido...
Um beijo e devolvo-te esta maravilhosa musica...

Muitos de meus amigos
vieram das nuvens
com o sol e a chuva como simples bagagem
eles fizeram a estação das amizades sinceras
a mais bela estação do quarto da terra
eles são esta doçura, das mais belas paisagens
e da fidelidade dos pássaros de passagem
nos seus corações está gravado um infinito carinho
mas por vezes em seus olhos se esconde a tristeza
então eles vêem se aquecer em mim
e tu também virás
tu poderás repartir na mais profunda viagem
de novo sorrir a outras caras
dar á tua volta um pouco de carinho
sempre que outro te quiser esconder sua tristeza
como nunca sabemos o que a vida nos reserva
pode-se que um dia eu não seja ninguém
se me resta um amigo que me compreenda
esquecerei de uma vez, minhas lágrimas e minhas tristezas
então virei talvez ter contigo
aquece meu coração com tua lenha (Com teu calor)

Comentar post

Visitas

Contador de visitas
Besucherzähler
Contador de visitas

My music

blogs SAPO

arquivos

Abril 2016

Abril 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

posts recentes

SORRI...

Flutuo...

Minha Seara Madura

Abraçada a mim...

Na penumbra

Doce inveja

Silêncio...

Sede

Frutos de Verão

FELIZ ANO NOVO

tags

todas as tags