Quarta-feira, 15 de Setembro de 2010

Minha Seara Madura

 

 

És seara madura

 

Onde ceifo minhas espigas

 

Amor que me alimenta

 

Onde repouso meu fardo

 

 

És  pão quente pela manhã

 

A fruta fresca da merenda

 

O vinho que adoça a vida

 

O sal temperador

 

A alegria

 

 

És o sol que aquece

 

A luz que nunca esmorece

 

A mão estendida que ampara

 

És Tu a minha seara...

publicado por MIGUXA às 00:39
link do post | comentar | favorito
|
16 comentários:
De Rosinda a 15 de Setembro de 2010 às 10:49
Olá Margarida!
Gostei deste poema e nem sei porquê fez-me lembrar um poema de Ary dos Santos...
Um beijinho grande e tudo de bom ...
Um beijinho
De MIGUXA a 15 de Setembro de 2010 às 23:30
Rosinda,

doce amiga,

Fico feliz por teres gostado das minhas palavras singelas, tão singelas que jamais poderiam ser comparáveis à do grande poeta que foi Ary dos Santos.
Estas são produto genuíno Margarida (mais conhecida pela Miguxa)

Beijos carinhosos

De cuidandodemim a 15 de Setembro de 2010 às 13:37
O corpo e a alma de quem amamos é o nosso sustento :)
Bjns
De MIGUXA a 16 de Setembro de 2010 às 01:04
Miguinha,

Que bem sintetizaste o meu pensamento

Noite de sonhos lindos
Beijos com ternura
Margarida
De FatimaSoares a 15 de Setembro de 2010 às 16:09
Deus te abençoe esse pão amiga e deixe sempre produtiva e abundante a tua seara que te alimente e te sacie completamente . Pão é vida e vida é amor Deus vos abençoe minha amiga. Um beijinho muito grande para ti e o teu filhote minha linda flor que floresce nessa seara. As margaridas são flores do campo e na sua simplicidade, das mais belas flores. Boa semana amiga.
De MIGUXA a 16 de Setembro de 2010 às 01:13
Fátima,

Querida Amiga,

Agradeço do coração as tuas doces e ternurentas palavras. Sou simples, como dizes, não sou do campo mas, tenho pena, e a minha maior ambição é ser feliz junto dos meus queridos amores e amigos, acho que o nome margarida me assenta que nem uma luva.

Tudo de bom para ti e teus amores

Beijos com muito carinho
Margarida
De green.eyes a 16 de Setembro de 2010 às 16:38
Olá Margarida

Não há duvida que o Amor pode também ser considerado um alimento, não só para o corpo mas também para a alma.

Beijinhos
De MIGUXA a 16 de Setembro de 2010 às 23:57
Olá Green,

Amiga,

Para mim o meu Amor é a minha fonte de vida...

Beijinhos minha querida

Margarida
De FatimaSoares a 16 de Setembro de 2010 às 20:45
Olá amiga passei para deixar um beijinho e votos de uma noite abençoada.
De MIGUXA a 16 de Setembro de 2010 às 23:59
E fizeste tu muito bem
Aproveito para te agradecer o miminho e devolver-te os desejos de uma excelente noite.

Tua amiga do coração
Margarida
De retornodemim a 17 de Setembro de 2010 às 18:49


Doce Amiga...
A tua escrita teu sentir ê um amor quente e sensual para se entregar por inteiro. È o amor temperado, que expressa todos os sentimentos amorosos entre o frio da saudade por vezes temperado com lágrimas mas também o amor temperado com paixão
Pois o amor tem um toque de magia, cujo sonho não desabita a realidade. Pensar é amar. E essa tua escrita é o exercício desse amor. Para isso suspiras, para isso és tu e a lua. O universo e a noite. O silêncio e o mistério...dessa tua alma inquieta mas firme no querer e no sentir ...Adorei...
Beijinhos muitos do sempre amigo Rui
De MIGUXA a 18 de Setembro de 2010 às 15:09
Rui,

Meu querido amigo,

É sempre um deleite ler-te...Quando escreves transpareces o ser humano super sensível que és...Os teus comentários são uma prova do que digo.

Não deixes que o tempo nos afaste, estás sempre no meu coração.

Beijos ternos e xi-kor bem apertado
Margarida
De Caminhando... a 18 de Setembro de 2010 às 21:11
Com carinho venho deixar um beijo de boa noite.
Feliz fim de semana
De MIGUXA a 19 de Setembro de 2010 às 23:22
Doce Joana,

Fico muito grata por todo o carinho que me dispensas.

Para ti uma noite de sonhos lindos
Uma chuva de beijos ternos

Margarida
De lontanadalmondo a 19 de Setembro de 2010 às 16:28
Amiga Margarida

...é no querer que se alcançam as verdades que dão mais sabor e luz à vida...
Como me tocou fundo o teu poema, pelo querer das coisas simples que quantas vezes são as mais difíceis de alcançar.

Cada vinda aqui é um prazer renovado!
Beijinhos doces com muita amizade.
Mena

De MIGUXA a 19 de Setembro de 2010 às 23:36
Mena,

Amiga,

Fico sempre feliz com a tua presença neste meu cantinho...É verdade, ainda que muitos vivam na ilusão, o encontro da felicidade no mais simples e inato dos sentimentos, o amor, não é nada fácil de alcançar...

Noite de sonhos doces
Beijos com carinho
Margarida

Comentar post

Visitas

Contador de visitas
Besucherzähler
Contador de visitas

My music

blogs SAPO

arquivos

Abril 2016

Abril 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

posts recentes

SORRI...

Flutuo...

Minha Seara Madura

Abraçada a mim...

Na penumbra

Doce inveja

Silêncio...

Sede

Frutos de Verão

FELIZ ANO NOVO

tags

todas as tags