Terça-feira, 1 de Fevereiro de 2011

Déjà Vue

 

 

 

Preparo meu espírito para abandonar o trono

 

Presinto para breve o embaraço da invisibilidade

 

O frio invade o meu espaço

 

Detem-se sem qualquer pudor

 

 

As chamas que iluminavam

e

Aqueciam o braseiro da minha sala

 

Extinguem-se lentamente

 

Dão lugar a um amontoado de cinzas

 

E tudo se repete

 

 

Não me sinto capaz de suportar a indiferença

 

Sei que não resisto ao vazio

 

De novo...

 


publicado por MIGUXA às 00:57
link do post | comentar | favorito
|
24 comentários:
De Maria a 1 de Fevereiro de 2011 às 01:13
Friend it´s a poem? It´s a cry? Turn aroud! And walk again in LOVE! Kiss Miguxa.
De MIGUXA a 1 de Fevereiro de 2011 às 02:06
It's a poem my sweet Maria.

Thousand kisses
Margarida
De Maria a 1 de Fevereiro de 2011 às 01:14
Amiga Miguxa gostei do poema, beijinho grande.
De MIGUXA a 1 de Fevereiro de 2011 às 02:08
Amiga,

Agradeço tua visita e volta sempre !!!

Beijo com ternura
Margarida
De Rosinda a 1 de Fevereiro de 2011 às 10:38
Poema triste, para quem jamais sentirá vazio seu coração terno, onde o amor é uma constante...
Beijinho grande
Rosinda
De MIGUXA a 1 de Fevereiro de 2011 às 19:57
Amiga,

São momentos...
Feliz pela tua visita, volta sempre

Beijinhos com carinho
Margarida
De omeueudepapel a 1 de Fevereiro de 2011 às 11:23
Querida e doce amiga um bonito poema que fala de amor do amor que se sente enorme e extravasa, do amor maravilhoso que existe e como chama arde consumindo tudo, até que a chama cansada quase se quer extinguir, e ao fazê-lo deixa em nós o frio da desolação. Adorei está maravilhoso, profundo e sentido como tu sabes fazer. Minha querida deixo-te um milhão de beijos, e um abraço, aquele abraço que terás sempre em mim forte amigo e dedicado com uma amizade e um carinho do tamanho do mundo. Adoro-te amiga!!! Bjs para ti e o teu filhote.
De MIGUXA a 1 de Fevereiro de 2011 às 20:07
Fátima,
minha doce e querida amiga,

Encontro conforto e enorme ternura nas palavras que me deixas, neste cantinho já gasto pela erosão do tempo ....mas que, enquanto um amigo me der o prazer da sua companhia, continuarei a venerar...

Uma chuva de beijos doces nesse teu coração de ouro e sejas feliz para todo o sempre junto de quem amas.

Tua amiga que te adora
Margarida
De cuidandodemim a 1 de Fevereiro de 2011 às 12:34
A vida não é perfeita nem é sempre como gostaríamos que fosse... Há vazios em todas as vidas, uns maiores, outros menores, cabe a cada um encontrar maneiras de ir preenchendo esses vazios. E o teu tenho a certeza que se enche rapidamente, até transbordar... :)
Bjns
De MIGUXA a 1 de Fevereiro de 2011 às 20:10
Miguinha,

Sinto-te perto e agradeço as tuas palavras de ânimo...
É apenas um poema...

Beijinhos muitos e ternurentos
Margarida
De green.eyes a 1 de Fevereiro de 2011 às 17:17
Olá Miguxa

Sinto tristeza neste seu poema ... é so no poema !!

Beijinho
De MIGUXA a 1 de Fevereiro de 2011 às 20:11
Green.eyes,

Minha doce amiga,

são momentos...é mais um poema

Beijinhos
Margarida
De M.Luísa Adães a 2 de Fevereiro de 2011 às 17:22
Tudo voltou. Alguma vez passou?

A vida só é possível
reinventada.

O pensamento é triste: o amor insuficiente;
E tu queres sem querer, sempre mais.

Deus não fala contigo,
mas Ele te conhece
- espera cada gesto.

Não me digas que há futuro
nem passado.

Deixa o presente. Não fales, não perguntes
"É tudo imaginação!"

Acredita,
A solidão do mundo
é curta para o amor pretendido.

Até morrer estamos apaixonados
Por tudo quanto não conversamos
E gostariamos
De ter conversado.

Belo o teu poema, mas faz dele ,
Apenas mais um poema.

Maria luísa
De MIGUXA a 2 de Fevereiro de 2011 às 20:16
Minha querida amiga,

Feliz pelas tuas palavras que me aconchegam de tão bem escolhidas.

É apenas um poema...apenas uma vida...
Mais uma...

Beijos com carinho
Margarida
De M.Luísa Adães a 3 de Fevereiro de 2011 às 22:11
Apenas um poema...apenas uma vida...

Maria Luísa
De MIGUXA a 4 de Fevereiro de 2011 às 15:26
Amiga,

Agradeço com carinho... tu me compreendes

Margarida
De lontanadalmondo a 4 de Fevereiro de 2011 às 20:03
Doce Margarida,

Teus poemas são muito intensos! Gosto de lê-los, por serem palavras sentidas, saídas da alma...

Sentido… Dorido… Mas deslumbrante.

A imagem... incrivelmente sugestiva e linda!

Beijinhos doces, cheios de ternura e carinho.
Um feliz fim-de-semana.
Mena
De MIGUXA a 5 de Fevereiro de 2011 às 00:36
Mena,
Amiga do coração,

Agradeço tuas doces palavras que me fazem feliz.

Beijinhos mil e xi- bem apertado

Noite de Paz e Amor
Margarida
De comunicadoraspt@hotmail.com a 6 de Fevereiro de 2011 às 01:12
Não tenho aparecido muito....está frio, muito frio lá fora; tenho sentido esse frio invadir a minha alma; a lareira todos os dias aquece a minha sala; sento-me lá e faz-me bem olhar aquela chama...mas a alma mantem-se fria...não tenho conseguido aquece-la, mas tenho esperança que o frio lá fora diminua e que a luz do sol aqueça a minha alma. Às vezes é assim, Margarida... é superior à nossa vontade....acaba por passar! Um beijinho e...Fica bem, amiga
Emília
De MIGUXA a 6 de Fevereiro de 2011 às 01:31
Querida Emília,

Como te compreendo...São momentos...são poemas...são vidas...

Noite serena
Que o teu coração aqueça breve

Uma chuva de beijos doces
Margarida
De retornodemim a 6 de Fevereiro de 2011 às 08:48
Doce Amiga...por agora sem palavras mas com uma certeza a certeza que estaras sempre no meu coração.
Doce Domingo Amiga
De MIGUXA a 6 de Fevereiro de 2011 às 17:23
A vida nem sempre se encaminha no sentido que o nosso coração indica....mas vale sempre a pena tentar...

Sê feliz!!!

Porque a vida é tua...

Beijo com carinho
Margarida

Comentar post

Visitas

Contador de visitas
Besucherzähler
Contador de visitas

My music

blogs SAPO

arquivos

Abril 2016

Abril 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

posts recentes

SORRI...

Flutuo...

Minha Seara Madura

Abraçada a mim...

Na penumbra

Doce inveja

Silêncio...

Sede

Frutos de Verão

FELIZ ANO NOVO

tags

todas as tags