Terça-feira, 26 de Abril de 2011

Saudade

 

 

 É demasiado forte a tua presença

 

Meu ser recusa aceitar a tua ausência

 

Criaste um mundo de laços apertados

 

 Ficámos para sempre ligados

 

 

Recrio e releio os teus pensamentos

 

Tuas mãos chegam a tocar-me por momentos

 

Sinto a doçura do teu dizer

 

Oiço tua voz como música que eleva meu ser

 

 

Mas quis a sorte separar-nos

 

A dor cresce sem cessar

 

Apenas restam momentos passados

 

Partiste

 

Não poderei voltar a te abraçar

 

 

 

Sentir a morte vivendo

 

Dói

 

E

 

A vida corre sofrendo

 

 

 

publicado por MIGUXA às 03:05
link do post | comentar | favorito
|
29 comentários:
De cuidandodemim a 26 de Abril de 2011 às 14:03
Quando se ama genuinamente, os nossos sentidos conseguem ir até onde está o nosso amor, mesmo ele estando muito longe..
Muito bonito o teu sentir, amiga.
Bjns
De MIGUXA a 26 de Abril de 2011 às 23:20
Miguinha,

Quando algo de muito forte liga dois seres, o desaparecimento de um deles, abre um vazio imenso no universo dos sentimentos...

Fica a saudade...por momentos, doce, por momentos dorida...

Beijinhos minha jóia
Margarida
De M.Luísa Adães a 26 de Abril de 2011 às 14:13
Será que ele teve de partir
por ele e por ti?

Tens de esperar por ele
Deixar cumprir a missão
E aguardar
Igual a ele, em constante solilóquio
Sem exigências de princípio e fim
Desprendida de terra e céu...

Um abraço,

Maria Luísa
De MIGUXA a 26 de Abril de 2011 às 23:35
Maria Luísa,

Querida amiga,

Quem fica, espera e desespera...
Sufoca presa a uma hora que, aparentemente, nunca vai chegar...

Beijos com carinho
Margarida
De M.Luísa Adães a 27 de Abril de 2011 às 10:54
Minha querida

No meu comments
respondo a essa
angústia de desespero!

Basta seguir as Palavras...


Com ternura,

Maria luísa
De MIGUXA a 28 de Abril de 2011 às 01:22
Beijos Amiga

Margarida
De M.Luísa Adães a 28 de Abril de 2011 às 10:02
Obrigada.
Torna a escrever e eu tento entender...

Um sorriso e uma flor? Um encanto!

Maria Luísa
De MIGUXA a 29 de Abril de 2011 às 00:40
Maria Luísa,

É dificil aceitar a partida de alguém querido, ainda que inevitável...e quando a cumplicidade não nos deixa soltar amarras, ficamos presos a uma realidade que é apenas passado, que não voltará jamais mas que indubitavelmente quereríamos presente...

Quem sabe a "Luz" me abra a porta e aí sim, acredito poder voltar a abraçar...

Beijos doces querida amiga.
Margarida
De M.Luísa Adães a 29 de Abril de 2011 às 20:00
Quando alguém parte,
morremos um pouco
sofremos,
não de incertezas
mas de certezas...

Quando alguém parte,
fica a dor
sobrevivendo ao patético momento...

E se alguém parte,
volta sempre
ao local da partida...

Seja como for,
mas se sofre muito
até que a luz apareça

E isso demora!...

Poema triste,
mas verdadeiro, me parece...

Mª. Luísa
De MIGUXA a 1 de Maio de 2011 às 01:07
Maria Luísa agradeço do coração as tuas palavras..
É sempre bom ouvi-las num tom de cumplicidade..
Beijos doces
Tua amiga que te admira
Margarida
De M.Luísa Adães a 1 de Maio de 2011 às 19:23
Gostei!...

Um beijo,

Mª. luísa
De MIGUXA a 1 de Maio de 2011 às 20:42


Beijos doces
Margarida
De M.Luísa Adães a 1 de Maio de 2011 às 19:30
A cumplicidade, é um complemento da Amizade!

Mª. L.
De MIGUXA a 1 de Maio de 2011 às 20:45
Sem dúvida!

Obrigada
por estares presente

Margarida

De M.Luísa Adães a 29 de Abril de 2011 às 20:05
A morte é isso mesmo!

Posso ajudar?

Mª. luísa
De MIGUXA a 1 de Maio de 2011 às 01:08
Amiga querida,
Já ajudaste...
Beijo terno
Margarida
De M.Luísa Adães a 1 de Maio de 2011 às 19:26
Ajudei? Era essa a intenção...

Um Sorriso e Lua...

Amei!

Mª. luísa
De omeueudepapel a 26 de Abril de 2011 às 18:57
Querida e doce amiga... Se dói e corre a vida sofrendo. Lindo apesar de muito triste e verdadeiro, que faço quase meu também. Amiga querida desculpa só agora vir comentar mas hoje fui a uma consulta que me demorou e tenho andado numa roda viva em casa da minha mãe. Um grande abraço e um beijinho muito grande adoro-te amiga para ti e os teus o melhor do mundo hoje e sempre!
De MIGUXA a 26 de Abril de 2011 às 23:44
Fátima,

Minha querida,

Fico feliz por te ter neste meu cantinho apesar de tantos obstáculos que se cruzam na tua vida. O teu carinho não tenho como exprimir o quanto me faz bem.

Uma chuva de beijinhos doces
Tudo de bom para ti e todos os que amas.
Tua amiga do coração
Margarida
De Rosinda a 26 de Abril de 2011 às 20:35
Minha querida amiga, lamento triste que aqui deixas, só posso dizer-te que estarei sempre aqui, atenta a um novo sorriso teu...
Beijinhos grandes
Rosinda
De MIGUXA a 26 de Abril de 2011 às 23:53
Doce Rosinda,

São apenas momentos que nos assolam e nos prendem à recordação, por vezes, nem sabemos explicar a razão do seu renascimento...

Fico muito grata pela tua presença terna.

Beijinhos mil
Margarida
De magddaleine mademoiselle a 26 de Abril de 2011 às 20:45
seu texto descreveu perfeitamente a dor de uma saudade. adorei.
De MIGUXA a 26 de Abril de 2011 às 23:56
Magdda,

Agradeço tua presença minha jóia.

Beijinhos com carinho
Margarida
De Caminhando... a 28 de Abril de 2011 às 21:31
Amiga Margarida,

Quando uma pessoa que tem um lugar cativo no nosso coração desaparece, o nosso coração fica tão pequenino.. A ausência doi muito, mas relembrar a pessoa faz com que ela permaneça sempre bem junto de nós. É bom podermos manter a pessoa sempre viva dentro e junto de nós.
Talvez seja também uma forma de conseguirmos atenuar a dor da partida, e ficarmos em paz.

Abraço-te com muito carinho e desejo que fiques bem.
De MIGUXA a 29 de Abril de 2011 às 00:46
Doce Joana,

É bom saber que partilhamos similarmente modos de viver situações ainda que tenhamos idades tão díspares.

Um abraço bem forte e carregado de calor, esse que me fazes chegar...

Noite de paz minha jóia
Tua amiga que te adora
Margarida
De Rosinda a 30 de Abril de 2011 às 21:43
Bom fim se semana Margarida, tudo de bom.
Beijinho
Rosinda
De MIGUXA a 1 de Maio de 2011 às 01:09
Rosinda,
Amiga do coração
Agradeço e retribuo o teu carinho

Beijinhos ternos
Margarida
De omeueudepapel a 1 de Maio de 2011 às 15:17
Minha querida e doce amiga que este dia da Mãe seja dentro do possível bom para ti e que no teu peito possa existir aquele amor e aquela doçura que nos dá quando olhamos para o que mais significado tem na vida os nossos filhos e também aqueles que nos deram o ser. Que nós "imitámos" ao escolhermos e termos a bênção de ser mães. Um feliz dia para ti minha querida um beijinho muito grande cheio de carinho e de amizade grande e fiel. Boa semana amiga.
De MIGUXA a 1 de Maio de 2011 às 20:50
Fátima,

Querida amiga,

Agradeço do coração a tua ternura e desejo que para ti tenha sido um dia de felicidade, junto daqueles que amas.

Uma chuva de beijinhos ternos
Tua amiga que te adora
Margarida

Comentar post

Visitas

Contador de visitas
Besucherzähler
Contador de visitas

My music

blogs SAPO

arquivos

Abril 2016

Abril 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

posts recentes

SORRI...

Flutuo...

Minha Seara Madura

Abraçada a mim...

Na penumbra

Doce inveja

Silêncio...

Sede

Frutos de Verão

FELIZ ANO NOVO

tags

todas as tags