Domingo, 29 de Abril de 2012

Madrugada

 

 

É madrugada

Sem ânimo...exausta....

Nada acontece...

Descansa o corpo

Cama vazia

Gelada

Cerra os olhos...

E, na escuridão do seu espaço

Surge o brilho de um ser em chamas

Força que a arrasta em ondas de prazer

De um mar que quer só seu...

 

Segue seus passos

Na praia que escolheu como sua

 

Sem rosto

Sorriem de luz seus olhos

Para ela apenas...

Lábios de sangue

Percorrem-lhe o corpo

Tocando-lhe a alma

Mãos firmes de vigor

Suaves e doces

São de amor...

Abraços, carícias

Sem fim...

duram horas

Dentro de si...

 

E ao amanhecer

descerra os olhos

tem de ser

 

E nada volta a acontecer...

 

publicado por MIGUXA às 20:03
link do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De Rosinda a 29 de Abril de 2012 às 21:45
Minha amiga, adorei o poema...
Sofrido, mas ainda assim com um belo esvoaçar de sonhos, que nunca adormecem no coração de quem ama...
Um beijinho grande
Rosinda
De MIGUXA a 1 de Maio de 2012 às 14:46
Rosinda minha doce amiga,

Há horas, dias, semanas, meses e por vezes anos sem fim que nos trazem uma amálgama de sentires, um vazio de quereres, uma ânsia de ser sem resposta...nada é igual a cada momento, tudo se transforma, ficando por vezes a imagem do ideal, do que foste, do que sentiste, do que sonhas poder sentir ...ainda...

Beijinhos doces
Margarida
De Maria a 30 de Abril de 2012 às 23:07
Amiga Miguxa lindissimo poema de Amor, como são todos os pemas de AMOR! Beijinho grande Maria.
De MIGUXA a 1 de Maio de 2012 às 14:48
Minha querida Maria, obrigada pelas palavras sempre carinhosas
Beijinho com ternura
Margarida
De eternosorrir a 1 de Maio de 2012 às 05:03

Leio e sinto em ti um jogral de fim e de tristeza, de uma melancolia branca como brancas as madrugadas de abismo e leito seco desse teu mar, Teu sonho volta partido entre as navalhas das horas e as tuas frases em fatia fazem sentido, dessentido, insentido e se combinam e se repartem e se refazem e tudo em ti é um precipício onde caminhas há tanto, em ecos que se fundem e gritam outras coisas, tantas coisas, muitas coisas e nada.
Dia doce Amiga
De MIGUXA a 1 de Maio de 2012 às 15:03
Meu amigo,

Me conheces há tanto...
E a cada dia melhor identificas minha alma...o tempo dá-nos percepção acrescida do que lemos, do que sentimos...
Precipício...é para onde caminho há tanto, como dizes...e, não quero aceitar...quero viver sempre... ainda que sonhando...

Beijinhos com carinho
Margarida
De eternosorrir a 4 de Maio de 2012 às 17:18
Amiga...nunca desistas, Fingir que vivemos não nos torna vivos. por issoluta um dia de cada vez mas ao anoitecer a certeza de um dia mesmo que sofrido mas vivido.
Um beijinho e sabes que podes contar comigo sempre...
De Miguel Alexandre Pereira a 5 de Maio de 2012 às 19:39
Boa tarde,

Adorei o poema que aqui escreveste, está muito bonito. Gostei muito como expressaste os sentimentos de uma forma tão clara. Muito bom mesmo!

Bom resto de fim-de-semana!
De MIGUXA a 7 de Maio de 2012 às 00:51
Olá Miguel,

Fico feliz pela tua visita e grata por gostares do que escrevo...

Noite tranquila

Excelente semana
Xi-kor
Margarida
De Fátima Soares a 6 de Maio de 2012 às 01:31
Minha querida doce e sempre amiga. Venho desejar-te um lindo dia da mãe junto do teu filhote um maravilhoso dia, cheio de paz , amor carinho alegria. Deixar-te o meu abraço muito, muito apertado e um milhão de beijos. Perdoa-me se não vim antes, muita coisa se tem passado, enfim... Querida e doce amiga, mulher, mãe, amiga linda e preciosa...Adoro-te!!! Hoje se sempre de coração. Que tenhas sempre tudo o que queres como as tuas belas palavras me entram na alma. Obrigada por tudo o que me dás!!! FELIZ DIA DA MÃE!!!
De MIGUXA a 7 de Maio de 2012 às 00:58
Querida amiga,

Do fundo do coração te agradeço todo o carinho que me dedicas e que me faz tão bem...
Espero tenhas passado um dia muito feliz, junto das tuas flores

Noite de paz e amor
Desta tua amiga que nunca te esquece e te deseja o melhor do mundo
Uma chuva de beijos doces
Margarida
De Caminhando... a 7 de Maio de 2012 às 00:12
Margarida,

Bonitas estas palavras, ainda que sofridas.

Beijinho com carinho
De MIGUXA a 7 de Maio de 2012 às 01:00
Doce Joana,

Feliz por te reencontrar, a tua ausência deixa sempre saudades

Beijinhos com muita ternura
Margarida

Comentar post

Visitas

Contador de visitas
Besucherzähler
Contador de visitas

My music

blogs SAPO

arquivos

Abril 2016

Abril 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

posts recentes

SORRI...

Flutuo...

Minha Seara Madura

Abraçada a mim...

Na penumbra

Doce inveja

Silêncio...

Sede

Frutos de Verão

FELIZ ANO NOVO

tags

todas as tags