Terça-feira, 1 de Fevereiro de 2011

Déjà Vue

 

 

 

Preparo meu espírito para abandonar o trono

 

Presinto para breve o embaraço da invisibilidade

 

O frio invade o meu espaço

 

Detem-se sem qualquer pudor

 

 

As chamas que iluminavam

e

Aqueciam o braseiro da minha sala

 

Extinguem-se lentamente

 

Dão lugar a um amontoado de cinzas

 

E tudo se repete

 

 

Não me sinto capaz de suportar a indiferença

 

Sei que não resisto ao vazio

 

De novo...

 


publicado por MIGUXA às 00:57
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|

Visitas

Contador de visitas
Besucherzähler
Contador de visitas

My music

blogs SAPO

arquivos

Abril 2016

Abril 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

posts recentes

Déjà Vue

tags

todas as tags