Segunda-feira, 30 de Novembro de 2009

EXTASE

 

 

Meu rosto em tuas mãos

Afago e doce prazer

Encostada ao teu peito

Sinto a emoção crescer

 

Debruçada sobre ti

Meus lábios desenham teu rosto

Em êxtase encontram os teus

Em rubro e sabor a mosto

 

A ternura dos teus gestos

Mal consigo descrever

És meigo em teus afectos

Louco no teu querer

 

És Sol que alegra meu dia

És Luar na escuridão

És mais que melodia

És amor e és paixão

 

Sonho-te acordada

Desejo-te a dormir

Quero-te apaixonada

Perco-me…

Neste meu sentir

 

 

publicado por MIGUXA às 20:07
link do post | comentar | favorito
29 comentários:
De 100timento a 4 de Dezembro de 2009 às 07:50
Doce Amiga....Quanto o dia amanhece, resta ainda em teu olhar um brilho que resplandece.
Uma centelha que brilha, uma Amizade muito nossa que no tempo ficou.
Beijinhos e doce dia

Amigos For Ever
De MIGUXA a 4 de Dezembro de 2009 às 10:29
Rui,

Quando chegam até mim as tuas palavras, fico na certeza que és acima de tudo um poeta que adoro ler...A nossa amizade será sempre um sentimento, para mim, inabalável.

Beijos ternos
Tua amiga para sempre
Margarida
De Caminhando... a 4 de Dezembro de 2009 às 22:02
Olá amiga Miguxa!
E que continues em extase pois é sinal de que, a monotonia tardará a chegar (e que nunca chegue)

Um grande beijo
De MIGUXA a 4 de Dezembro de 2009 às 23:29
Minha doce e querida Joana,

Ao longo de uma vida a dois, só com muito amor, cumplicidade e alguma criatividade, se consegue permanecer em êxtase.

Que a tua caminhada seja preenchida por momentos de êxtasiante felicidade.

Beijinhos ternos
Margarida
De M.Luísa Adães a 6 de Dezembro de 2009 às 11:02
Te perdes nesse teu sentir
Ou te encontras
quando te perdes?

Grande amor,
maior do que o mundo
e a noite é silêncio...

Beijos,

Maria Luísa
De MIGUXA a 6 de Dezembro de 2009 às 20:28
Maria Luísa,

Enorme é este meu sentir
Maior que o universo
Quanto ao som das minhas noites
Nem às paredes confesso...

Beijos ternos
Margarida
De M.Luísa Adães a 7 de Dezembro de 2009 às 10:52
Miguxa

Eu não peço os segredos
dos teus silêncios.

Mas gosto do que pressinto! "Sou uma pessoa
sensitiva," na verdadeira acepção da palavra.
Este é um segredo!

beijos,

Maria luísa

De cumplicedotempo a 7 de Dezembro de 2009 às 00:23
ler te traz me uma paz enorme minha amiga
deixar me envolver em cada verso teu , em cada gesto descrito em cada momento de paixão e sem duvida algo ao qual me habituei e já não passo sem fazer
cada visita ao teu cantinho e um reciclar de prazer :)
obrigado por mais este poema que de forma tão intensa e apaixonada nos consegue transmitir um amor tão belo e imaculado
bem haja para ti doce amiga

beijo cumplice

Comentar post

blogs SAPO

arquivos

Abril 2016

Abril 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

posts recentes

SORRI...

Flutuo...

Minha Seara Madura

Abraçada a mim...

Na penumbra

Doce inveja

Silêncio...

Sede

Frutos de Verão

FELIZ ANO NOVO

tags

todas as tags