Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2010

CONTACTO

 

 

Sempre que te aproximas

Uma brisa morna

Sopra leve sobre nós

Envolvendo-nos sem apelo

Num imenso mar de chamas

 

Por entre aromas inconfundíveis

De intenso poder sensorial

Perdem-se os corpos

Tocam-se as peles

Em momentos aprazíveis

De relevo divinal

 

Beijos doces

Loucos

Apaixonados

São frutos frescos

Por ambos roubados

Quais eternos namorados

Perdidos na emoção

 

E logo, o amor é rei

Sem amarras e sem lei

Quando começa tu sabes…

Quando termina não sei…

 

 

publicado por MIGUXA às 18:35
link do post | favorito
De cuidandodemim a 8 de Janeiro de 2010 às 19:29
Um contacto de amor não termina nunca porque nem que seja na lembrança, ele mantém-se...
Bjns
De MIGUXA a 11 de Janeiro de 2010 às 14:28
Miguinha,

Concordo plenamente contigo.

Fica sempre algo nem que seja a réstea da lembrança...
Neste caso o contacto é perpetuado dia a dia...

Beijinhos
Margarida
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.
blogs SAPO

arquivos

Abril 2016

Abril 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

posts recentes

SORRI...

Flutuo...

Minha Seara Madura

Abraçada a mim...

Na penumbra

Doce inveja

Silêncio...

Sede

Frutos de Verão

FELIZ ANO NOVO

tags

todas as tags