Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010

IDÍLIO

 

 

  

Horas de Idílio

Corpos em brasa

Fonte de água fresca

Tantas vezes a nossa casa

 

Rendia-me aos teus encantos

Perdias-te em mim

Os desejos eram tantos

A paixão não tinha fim

 

Sem pudor

Sem medida

É assim nosso Amor

Será assim para a Vida

 

Repetem-se momentos

Saboreiam-se carícias

Sempre enamorados

Mergulhamos ainda juntos

Na Fonte das Delícias

 

 

 

publicado por MIGUXA às 21:21
link do post | comentar | favorito
27 comentários:
De Alzira Macedo a 4 de Fevereiro de 2010 às 14:02
Olá minha amiga Miguxa...

Bela sensação senti ao aqui entrar...
O amor respira-se , embalada ao som desta maravilhosa musica consegui relaxar...
Lindo o teu poema amiga...
Sentimentos unicos, e dignos de serem vividos a cada dia a cada hora...
Um beijo em teu coração de amiga que me apoiou nas horas onde vacilei...
Asoro-te
De MIGUXA a 4 de Fevereiro de 2010 às 14:39
Minha querida,

Sinto uma chama quente que me chega bem forte vinda de ti e que me deixa muito feliz.

http://www.youtube.com/watch?v=bjKLF6Vb6oc

Beijos ternos
Margarida
De Alzira Macedo a 5 de Fevereiro de 2010 às 23:49
Miguxa...
Obrigada pelo teu carinho e amisade...
Adorei a musica...
Como sabes vivi muitos anos em frança entao decidi a traduzir para quem não tivesse tudo percebido...
Um beijo e devolvo-te esta maravilhosa musica...

Muitos de meus amigos
vieram das nuvens
com o sol e a chuva como simples bagagem
eles fizeram a estação das amizades sinceras
a mais bela estação do quarto da terra
eles são esta doçura, das mais belas paisagens
e da fidelidade dos pássaros de passagem
nos seus corações está gravado um infinito carinho
mas por vezes em seus olhos se esconde a tristeza
então eles vêem se aquecer em mim
e tu também virás
tu poderás repartir na mais profunda viagem
de novo sorrir a outras caras
dar á tua volta um pouco de carinho
sempre que outro te quiser esconder sua tristeza
como nunca sabemos o que a vida nos reserva
pode-se que um dia eu não seja ninguém
se me resta um amigo que me compreenda
esquecerei de uma vez, minhas lágrimas e minhas tristezas
então virei talvez ter contigo
aquece meu coração com tua lenha (Com teu calor)

Comentar post

blogs SAPO

arquivos

Abril 2016

Abril 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

posts recentes

SORRI...

Flutuo...

Minha Seara Madura

Abraçada a mim...

Na penumbra

Doce inveja

Silêncio...

Sede

Frutos de Verão

FELIZ ANO NOVO

tags

todas as tags