Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

Perdidamente

 

Sem qualquer pudor, inclinas teu corpo sobre o meu,

Afloras meus lábios com os teus,

Percorrendo meu corpo,

E de suspiro em suspiro,

Descubro que te desejo,

Como nunca desejei

Ou supus ser possível desejar alguém...

 

O beijo continua durante o que me parece um tempo interminável,

enquanto me apercebo de uma invasão de sensações novas,

No interior do corpo,

Na pele,

Percorrendo-me os seios,

Perpassando-me entre as coxas.

 

Cinges-me firmemente,

E incapaz de protestar

Já desesperadamente ansiosos,

Aparentemente inconscientes do que fazemos,

Entregamo-nos perdidamente

Com a loucura dos enamorados...


publicado por MIGUXA às 21:39
link do post | comentar | favorito
35 comentários:
De FatimaSoares a 21 de Novembro de 2010 às 18:20
Olá minha doce e querida amiga do coração. Amiguinha venho dizer-te que resolvi sair de vez dos meus blogs. Vou parar de escrever. Motivos deixei-os especificados no meu blog Raios Amor Pingos de cristal mas resumindo estou farta de ser a boba da festa. Chega! Devo respeito a mim própria e aos meus. Mas virei sempre visitar-te querida. Só vou continuar com o blog de Natal e engraçado agora houve duas pessoas que me mostraram vontade de lá escrever e eu convidei-as portanto de certa forma e até ao natal estarei ali, mais propriamente até ao Ano Novo e depois decido se o privatizo tabu +em para depois no fim do ano que vem se for viva (Deus queira que sim) o voltar a abrir. Gosto muito, muito de ti amiga e já sabes que não iria sem te dar uma palavra. Desculpa os meus procedimentos. Desculpa alguma coisa menos positiva. Um imenso abraço um enorme beijinho cheio de carinho com muita muita amizade e um beijinho tb ao teu filhote e tudo de bom hoje e sempre.
De MIGUXA a 21 de Novembro de 2010 às 23:33
Minha querida,

Sabes que gosto muito de ti e vou sentir demais a tua falta. Lamento continues a ter problemas neste mundo virtual, que não entendo e repudio.

Nunca te irei esquecer e acredita que ficarás sempre guardada no meu coração. Obrigada por existires na minha vida.

Tudo de bom para ti e tua família.

Até já
Mil beijinhos doces
Margarida
De FatimaSoares a 22 de Novembro de 2010 às 00:14
Virei sempre, prometo! É mesmo um até já, porque estarei sempre aqui. Bjs minha quetida amiga obrigada por gostares de mim tb. Boa semana!
De MIGUXA a 22 de Novembro de 2010 às 23:37
De M.Luísa Adães a 23 de Novembro de 2010 às 15:55
Te encontro de novo, ou sempre apaixonada
como te idealizei um dia.

Te vi dessa forma e depois houve uma mudança, ou eu pensei que sim!

Mas não houve...e se for verdade...prefiro assim!

Deixa o tempo, o amor, a sensualidade,
tomarem conta de ti e sem te perderes
nessa loucura, vive dessa MESMA LOUCURA, se isso te faz feliz...E eu penso que te preenche.
Talvez não façamos tanta falta como sentimos...talvez não! E traz um "Estado de
Alma" mais adequado para viver neste mundo.

A demasiada profundidade não seduz!
Escrever é uma verdade e ao escrever subimos
e descemos montanhas.´,
Atravessamos mares e rios encapelados e
sobrevivemos.

De que forma sobrevivemos? Não interessa
perguntar,
apena saber com quem estamos,
quem somos,
para onde vamos.

Te digo Adeus!
Espero voltar...

Maria luísa
De MIGUXA a 23 de Novembro de 2010 às 21:32
Maria Luísa,

Doce Amiga,

Tua visita e palavras assertivas deixam-me feliz. Saber da tua cumplicidade é para mim uma doce satisfação.
O centro da minha vida, a única riqueza que possuo é o AMOR, sob todas as suas inúmeras facetas...Amo loucamente o meu companheiro, adoro o meu filho, amo os meus amigos dos quais não prescindo, amo a natureza, amo as artes, amo e não me canso porque amar sempre me deu forças para ultrapassar as tormentas do meu caminho...

Até já Amiga
Beijos com carinho
Margarida
De M.Luísa Adães a 24 de Novembro de 2010 às 18:26
Isso mesmo. Resposta certa, O amor,
em todas as suas formas, dá força para sobreviver.

Amor verdadeiro
de amigos,
de filhos,
de netos,
do nosso amante
de muitos anos
e continuar a amar
como da primeira vez...

cumplices somos
nestes jogos de palavras,
destes eu percebo!

Disse Adeus por uns tempos
ao prosa-poetica
e ao Prémio

Deixei num e noutro uma oferta.
de uma freira de clausura
que veio na hora certa, ajudar a fechar
este Ano.

Gostava que visses, se possível.
São as chamadas "Encruzilhadas de Deus".

Para ti o melhor,
esquece ou tenta esquecer o pior! E visita
Sor. Cecilia e a sua oferta que tanto me
sensibilizou. para mim é o Prémio dos Prémios, neste final de ano e de partida.

Com carinho,

Maria Luísa
De retornodemim a 23 de Novembro de 2010 às 17:10
Doce Amiga...Reli as tuas palavras Abracei o teu sentir. Então percebi. ês como uma árvore. Tantos ramos, tantos ramos cobertos de desejos azuis, vestidos de veludo; um abraço denso, enraizado em quem te lê e te entende - tantos ramos - a beleza terna, perfeita; o amor tão imenso que reflecte a sua pureza como uma condenação de rara beleza, escreves como um reflexo da lua em prata numa noite clara...Beijinhos doce Amiga e que o luar das tuas palavras sejam eternas em mim...
De MIGUXA a 23 de Novembro de 2010 às 23:01
Rui,

Terno amigo,

Lindas as palavras, belas as imagens, doce e mágico o perfil que de mim crias...És o amigo que qualquer ser humano gostaria de ter...e, eu tenho esse privilégio...

Obrigada por existires na minha vida

Noite de paz e amor
Uma chuva de beijos carinhosos para ti e teu doce amor
Desta amiga que vos adora
Margarida

Comentar post

blogs SAPO

arquivos

Abril 2016

Abril 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

posts recentes

SORRI...

Flutuo...

Minha Seara Madura

Abraçada a mim...

Na penumbra

Doce inveja

Silêncio...

Sede

Frutos de Verão

FELIZ ANO NOVO

tags

todas as tags