Domingo, 25 de Novembro de 2012

Fantasia

 

 

 

 

 

Num recanto de minha alma

Oiço o silêncio de ti

Que me perturba

E me acalma

 

É madrugada

Quero dizer-te tudo

Fico calada

 

No escuro

Os teus olhos

Transparentes

Profundos de mar

São lanternas ardentes

Iluminam meu vazio

Respondem

Sem falar

 

Rostos neutros

Indefinidos

Encostam-se

No espaço

Perdidos

 

Mãos leves

De ternura

Tocam-se

A gerar loucura

 

Sonho

Sinto

Teu abraço

 

Corpos soltos

Sem espaço

Ardendo

Com emoção

Presos ainda

Que sabendo

A vida lhes diz

Não...

 

publicado por MIGUXA às 01:19
link do post | favorito
De Começar de Novo a 13 de Dezembro de 2012 às 18:44
Olá querida amiga. Já há muito não vinha aqui,mas não é por te ter esquecido. Não tens aparecido muito e eu tenho vindo ao blog quase por obrigação; não ando com muita vontade e penso que isso é devido ao Inverno. Detesto frio e estes dias escuros não me fazem nada bem Os meus pais estiveram cá durante o mês de Agosto. Quando retornaram ao Brasil a minha mãe caíu e partiu um braço ( 82 anos) Já recuperou felizmente, mas, , sabes como é...estou longe e isso torna as coisas mais difíceis. Depois o meu pai( 84) tem dado muito trabalho tanto à mãe quanto ao meu irmão; está com uma leve demência e, claro, não aceita determinadas coisas, como por exemplo deixar de conduzir e, claro, ficamos sempre com bastante receio. Bem...mas isto é normal quando se chega a esta idade, só que, como estou longe, vejo as coisas de uma maneira pior. Pois é amiga, como sempre me deliciei com o teu poema. Vou deixar-te um beijinho muito especial e os meus sinceros desejos de que estejas bem e que continues a fazer os teus desabafos em forma de poesia. Voltarei, prometo. Fica bem e até breve.
Emília
De MIGUXA a 17 de Dezembro de 2012 às 01:37
Minha querida e doce Emilia,

Como é bom reler-te e sentir-te tão perto de mim, em minha casa...percebo tuas razões e espero compreendas por que também não tenho sido tão assídua por aqui ...tem-me faltado a vontade por questões pessoais graves e, depois quando volto não encontro quase ninguém e uma tristeza enorme invade o meu espírito...tenho saudades dos meus amigos, alguns nunca mais soube deles mas, a todos guardo no meu coração... E, quando tenho a satisfação de reencontrar algum, choro que nem uma perdida, mas é de alegria amiga....

As melhoras dos que amas e para ti uma chuva de beijos doces
Tua amiga que nunca te esquece, embora um pouco ausente...
Margarida
De Emília Pinto e Hermínia Lopes a 17 de Dezembro de 2012 às 22:49
É triste, mesmo, Margarida...muitos amigos desapareceram dos blogs, mas outros apareceram e assim é também na vida real. Mas...não sou das que desaparece.É certo que às vezes ando com menos vontade, mas não esqueço aqueles que, apesar de " virtuais" de alguma forma me marcaram. Tu és uma dessas pessoas, Margarida e aqui estou hoje para te deixar um beijinho muito especial e desejar que o teu espírito neste Natal seja de festa, embora eu ache que esta época é sempre muito nostalgica. Pelo menos, é uma quadra em que vemos o melhor do ser humano a aflorar e isso deixa-nos satisfeitos. O que gostaríamos é que essa humanidade que se vê agora não terminasse logo que se apaguem as luzes que por todo o lado se vê. E é isso que te quero desejar...que continues a ter na tua vida muita luz e que os momento felizes não te faltem. Fica bem, querida amiga e podes crer que estarei sempre por aqui. Quando quiseres conversar contacta-me através do meu e-mail. Gostaria muito que conversassemos mais vezes. aqui está ele: micostapinto@hotmail.com.
Um beijinho e FELIZ NATAL
Emília
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.
blogs SAPO

arquivos

Abril 2016

Abril 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

posts recentes

SORRI...

Flutuo...

Minha Seara Madura

Abraçada a mim...

Na penumbra

Doce inveja

Silêncio...

Sede

Frutos de Verão

FELIZ ANO NOVO

tags

todas as tags